Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Fred reconhece erro do passado e revela que pediu perdão ao técnico Mano Menezes

Atacante fez uma "mea culpa" na sua reapresentação no Cruzeiro

Estadão Conteúdo

04 Janeiro 2018 | 16h54

Fred fez uma "mea culpa" em seu retorno ao Cruzeiro. Em sua primeira entrevista coletiva no clube, realizada nesta quinta-feira, em Belo Horizonte, o atacante admitiu que estava errado sobre Mano Menezes. Contou, ainda, que já pediu desculpas ao treinador.

+ Fred comemora acerto com o Cruzeiro: 'Realizei o desejo de voltar para casa'

O problema entre os dois ocorreu em 2012, quando Mano Menezes dirigia o Brasil. O treinador decidiu testar um time sem centroavante e o atacante perdeu espaço. Irritado, então, Fred afirmou que não pensaria mais em seleção enquanto o técnico não mudasse.

Em entrevista coletiva realizada na última quarta-feira, Mano Menezes minimizou o assunto, enalteceu a qualidade de Fred e assegurou que gosta, sim, de jogar com centroavantes. E, nesta quinta, Fred foi ainda mais incisivo ao admitir que errou no passado.

"Ele tem razão, eu estava enganado. Porque, se não tivesse o aval dele, eu não estaria aqui. Isso comprova que eu estava errado naquela época", comentou o atacante, antes de explicar os motivos que o levaram a criticar o treinador.

"O processo de maturidade vem ao longo dos anos", admitiu Fred. "Naquela declaração eu me senti ferido porque não estava jogando na seleção, em uma fase não muito boa. E eu era muito explosivo".

Mais maduro agora, segundo avaliou o próprio atacante, ele revelou já ter conversado com o treinador sobre o problema. "Nunca tive grande problema com ninguém, nem com o Mano. Já conversamos. Pedi perdão a ele, porque quando a gente fere alguém envolve muitas coisas".

Fred enalteceu ainda o estilo de jogo desenvolvido por Mano Menezes, responsável pelo título do Cruzeiro na Copa do Brasil. "Conversávamos entre nós, jogadores. Como esse time do Cruzeiro faz a bola passar na área, como cria, como tem qualidade. É o sonho de qualquer atacante estar aqui, em um time como esse", assegurou.

Assim, confiante no desempenho do Cruzeiro, Fred assegurou que pode se encaixar sem que o time mude o estilo. "O Cruzeiro não precisa mudar nada. É só jogar o que jogou com o Mano no ano passado", avaliou. "Hoje o time tem padrão. Vamos disputar competições importantes e o clima é favorável".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.