Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

Fred sofre injúria racial durante dérbi entre Manchester United e Manchester City

Brasileiro também é atingido por objetos enquanto se preparava para cobrar um escanteio

Redação, Estadão Conteúdo

07 de dezembro de 2019 | 17h40

O meia Fred foi vítima neste sábado de ofensas raciais durante o clássico entre sua equipe, o Manchester United, e o Manchester City, válido pelo Campeonato Inglês. A partida, disputada no estádio do City, terminou com vitória dos visitantes por 2 a 1, com boa atuação do jogador revelado pelo Internacional.

Durante o segundo tempo, quando o United vencia o jogo por 2 a 0, Fred se preparava para cobrar um escanteio no momento em que torcedores do City atiraram vários objetos em sua direção - ele foi atingido por um deles, mas não se machucou. Naquele momento, um torcedor do time da casa imitou um macaco para ofender o brasileiro. As imagens foram registradas pela transmissão da partida e se espalharam rapidamente pelas redes sociais.

Cerca de meia hora após o fim do clássico, o City emitiu um comunicado em que comenta a prática criminosa dentro de seu estádio e afirma estar colaborando com a polícia de Manchester para que seja feita a identificação do torcedor que ofendeu o jogador brasileiro. "O Manchester City está ciente de vídeos que estão circulando e aparentemente mostram um torcedor fazendo gestos racistas durante o segundo tempo da partida contra o Manchester United, na tarde deste sábado. Dirigentes do clube já estão trabalhando com a polícia de Manchester para ajudá-la a identificar o indivíduo e tomar as providências cabíveis", diz um trecho do comunicado.

Segundo o City, assim que o torcedor for identificado ele será proibido de assistir aos jogos do clube no estádio. "O Manchester City trabalha com um programa de tolerância zero em relação a qualquer tipo de discriminação. Qualquer um que for considerado culpado de racismo será banido do clube pelo resto da vida." Recentemente, o Estado publicou reportagem sobre o aumento de injúrias raciais dentro do futebol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.