Vinnicius Silva/Cruzeiro EC
Vinnicius Silva/Cruzeiro EC

Fred volta a desfalcar treino e Mano faz mistério sobre escalação para domingo

Cruzeiro enfrenta o América no clássico do Independência, que vale a liderança do Campeonato Mineiro

Redação, Estadão Conteúdo

15 de fevereiro de 2019 | 19h20

O técnico Mano Menezes fez mistério e não revelou a escalação do Cruzeiro para o confronto de domingo, diante do América-MG, no Independência, que vale a liderança do Campeonato Mineiro. A principal dúvida está na possibilidade da presença de Fred em campo.

Artilheiro do Cruzeiro na temporada, com quatro gols, o atacante sentiu dores na coxa direita na vitória do fim de semana sobre o Tupynambás e ficou de fora dos treinos ao longo da semana. A tendência é que seja desfalque, mas, até pela importância da partida, Mano explicou que aguardará para saber se poderá contar com o jogador.

"Vamos fazer o último treino e tomar a decisão. Estamos avaliando as condições que temos e amanhã vamos tomar a decisão. Vamos guardar a formação, como sempre fazemos. Talvez seja um pouco cedo para eu dar uma posição, porque os treinamentos que vão mostrar a formação que vamos utilizar", declarou nesta sexta-feira.

Apesar do mistério, Mano já confirmou o retorno de Robinho à equipe, após ser poupado nas últimas duas rodadas. A tendência é que ele substitua Rafinha, atuando ao lado de Marquinhos Gabriel e Rodriguinho no meio de campo. Um pouco mais atrás, Lucas Romero e Lucas Silva brigam para compor a dupla de volantes com Henrique.

Com quatro vitórias e duas derrotas no Campeonato Mineiro, o Cruzeiro tem os mesmos 14 pontos do América-MG, mas leva desvantagem no saldo de gols e, por isso, está na vice-liderança. Mano exaltou a importância de um triunfo no fim de semana e negou qualquer favoritismo para o time celeste.

"São as duas equipes que estão liderando o Campeonato Mineiro, sempre somos perguntados sobre favoritismo e digo que não adianta absolutamente nada você se sentir favorito no clássico. O jogo é que vai dizer o que vai acontecer. Todos eles têm suas histórias", apontou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.