Freiburg muda para ver a seleção da Alemanha em ação

Como num passe de mágica, a cidade que até sexta-feira estava "adormecida" esperando pelo jogo da seleção acordou neste sábado toda vestida com a camisa da equipe de Jürgen Klinsmann e os símbolos nacionais. Tanto no centro da cidade como em bairros mais afastados, os cidadãos de Freiburg desfilavam as cores da bandeira alemã: preto, vermelho e amarelo. Entre os preparados para ver o teste de Klinsmann contra Luxemburgo, muitos estampavam camisas com a frase "Das Wunder von Berlin" ("O Milagre de Berlim"). Uma clara alusão ao filme de Sonke Wortmann, O Milagre de Berna, de 2004, que retrata a historia da conquista da Copa do Mundo de 1954, quando a seleção alemã, comandada por Fritz Walter, surpreendeu o mundo e derrotou por 3 a 2, de virada, a todo-poderosa Hungria, de Puskas, na decisão. A confiança num milagre em Berlim neste ano, no dia 9 de julho, data da final da copa, é o motivo principal que leva os torcedores ao estádio de Freiburg. "Acho que temos chance de ganhar o título. Estamos em casa, temos de acreditar", declarou Matthias Pffefer, torcedor do Freiburg que conseguiu entradas para assistir ao time de Klinsmann. Além dos torcedores tradicionais, famílias inteiras se vestem para ver a seleção. A atmosfera na cidade mudou completamente, tudo lembra as cores nacionais. Como no Brasil, carros e trams, espécie de bonde de rua, passam lotados com torcedores uniformizados, muitos deles com perucas em vermelho, preto e amarelo. Nas praças e no centro, todos se reúnem para ver o jogo. Quem näo conseguiu ingresso procura os bares para matar sua vontade. Na hora de torcer, pouco importa o pais, a emoção é a mesma em todos os lugares, como prova a calma Freiburg.

Agencia Estado,

27 Maio 2006 | 11h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.