Frieza de Pirlo nos pênaltis simboliza bom astral da Itália

Se a Itália conseguir manter a frieza que Andrea Pirlo demonstrou no domingo diante da marca do pênalti, terá grande chance de vencer a Alemanha na partida de quinta-feira pelas semifinais da Euro 2012.

MARK MEADOWS, REUTERS

25 de junho de 2012 | 11h47

Ao longo de 120 minutos, a "Azzurra" desperdiçou sucessivas chances contra a seleção inglesa, mas sua criatividade e empenho são um bom sinal para uma seleção que muitas vezes é injustamente acusada de jogar feio.

Pirlo, de 33 anos, pode tranquilamente ser eleito craque da Eurocopa. Ele marcou ou deu passe para todos os gols da Itália na competição.

Sua tranquilidade diante das provocações do goleiro inglês Joe Hart, que fazia caretas e se balançava sobre a linha na hora do pênalti, levou a torcida italiana ao delírio.

"Vi que o goleiro estava realmente fazendo graça, e pensei em fazer daquele jeito, foi mais fácil fazer assim. Criou um pouco de pressão sobre o goleiro", disse Pirlo, que cobrou o pênalti de cavadinha, a jornalistas.

A Itália dominou a Inglaterra durante toda a partida, acertando a trave em duas ocasiões, e muita gente se surpreendeu com sua passagem à semifinal.

Mas o time talvez não tenha força total contra a favorita Alemanha: Daniele de Rossi e Ignazio Abate saíram machucados, e o reserva Christian Maggio levou o amarelo e ficará suspenso.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTEUROTALIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.