Fulham acusa Liverpool de tentar aliciar o meia Dempsey

O Fulham enviou nesta quinta-feira um protesto formal à Premier League (que organiza o Campeonato Inglês) reclamando da postura do Liverpool, que estaria tentando aliciar um de seus principais jogadores: o meia norte-americano Clint Dempsey.

AE, Agência Estado

23 de agosto de 2012 | 15h46

Desde o fim da última temporada, a imprensa local especulava sobre uma possível transferência do meia para o Liverpool. O técnico Brendan Rodgers chegou a admitir o interesse, o que incomodou o Fulham. A equipe londrina, então, decidiu apelar à Premier League, que tem duras regras contra o aliciamento de jogadores.

"Qualquer clube que por si, por seus dirigentes, por seus jogadores, por seus agentes, por qualquer pessoa em seu benefício ou por qualquer outro meio fizer uma aproximação direta ou indiretamente de um jogador sob contrato pode ser considerado violador das regras e sofrer sanções previstas no regulamento", explica um trecho do estatuto do campeonato.

Dempsey já declarou publicamente que deseja ser negociado, mas, de acordo com o Fulham, nenhuma oferta significativa foi feita por ele. Com isso, o jogador segue afastado da equipe do técnico Martin Jol.

"Mentalmente, o Clint (Dempsey) quer sair, ele não quer ficar aqui. A cabeça dele está virada e este é o problema", declarou Jol. "Isto é um problema e uma situação que você não quer para si. Não é algo que você fale com o jogador todos os dias porque ele não quer", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFulhamLiverpoolDempsey

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.