Divulgação
Divulgação

Fulham remove estátua de Michael Jackson da frente do estádio

Diretoria tira monumento que foi colocado pelo presidente anterior em homenagem ao cantor

AE-AP, Agência Estado

25 de setembro de 2013 | 11h05

LONDRES - Durou pouco mais de um ano a homenagem do Fulham a Michael Jackson no estádio da equipe inglesa. Sob ordens do novo dono do clube, Shad Khan, funcionários removeram nesta quarta-feira a estátua do "Rei do Pop", que ficava do lado de fora do Craven Cottage, na parte oeste de Londres.

A estátua foi devolvida para o egípcio Mohammed Al Fayed, ex-dono do clube, que era amigo pessoal de Michael Jackson e havia inaugurado a estátua em 2011. Na época, os torcedores do Fulham protestaram muito, mas Al Fayed disse que quem "não compreende o que este homem (Michael Jackson) deu ao mundo pode ir para o inferno".

Al Fayed vendeu o Fulham para Khan em julho deste ano. O novo dono justificou a decisão de retirar a estátua justamente pela manifestação da torcida. "A visão dos nossos torcedores sobre a estátua ficou bem clara. A remoção dela é a coisa certa para o Fulham", argumentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolFulhamMichael Jackson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.