Site oficial do Guarani
Site oficial do Guarani

Fumagalli diz que os próximos três jogos serão decisivos para o Guarani

Meia lamenta situação da equipe no Brasileiro e diz que sente vergonha por estar brigando contra o rebaixamento

Estadao Conteudo

12 Outubro 2017 | 17h26

A missão de levantar o moral do grupo do Guarani acabou ficando com o meia Fugamalli, que recentemente completou 40 anos. Na iminência de se aposentar, o que ocorrerá no final da temporada, ele acha que os próximos três jogos vão ser decisivos para o futuro do time, ameaçado de rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série B.

+ Sondado pelo Dortmund, Jô deixa futuro em aberto no Corinthians

Na 15.ª colocação, com 34 pontos, o Guarani tem mais dez partidas para evitar o rebaixamento. Fumagalli disse que o futuro pode ser decidido já nas próximas três rodadas, quando o time encara Náutico - neste sábado, em Caruaru (PE) -, ABC e Juventude, ambos em Campinas.

"O Lisca chegou com muita fome de vencer e ajudar a gente. Tem que comprar essa ideia que ele quer implantar para sair dessa situação delicada. São 45 dias da nossa vida para fazer os resultados o quanto antes", disse o meia, que voltou a ser confirmado como titular.

Mas a missão é bastante complicada, ainda mais se depender do retrospecto. O time venceu apenas um jogo em 15 rodadas. Uma situação caótica, que envergonha Fumagalli. "Eu me sinto envergonhado por estar brigando contra o rebaixamento depois de brigar pelo acesso no primeiro turno".

+ Santos é intimado a desocupar a área do CT Rei Pelé

Lisca vai fazer sua estreia no comando do clube, no lugar de Marcelo Cabo, diante do Náutico, penúltimo colocado da Série B. Os jogadores treinaram nesta manhã e à tarde a delegação embarcou com destino a Recife. De lá vão percorrer mais 140 quilômetros até Caruaru, local do jogo válido pela 29.ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.