Furacão impede treino da seleção feminina

Logo no primeiro dia de treinos para o Campeonato Mundial de Futebol Feminino, que começa neste sábado, nos Estados Unidos, as jogadoras da seleção brasileira receberam uma informação nada confortável: vão ter de permanecer pelo menos 48 horas dentro do Hotel Key Bridge Marriot, onde a delegação está hospedada, em Washington. Tudo por causa da passagem do furacão Isabel. Nesta quinta-feira, elas treinaram num ginásio próximo ao hotel e se assustaram com o vendaval do início da tarde na capital americana. O Brasil estréia na competição no domingo, contra a Coréia do Sul, às 16h15, horário de Brasília. O campeonato será disputado até 11 de outubro. O técnico Paulo Gonçalves vai comandar os dois próximos treinos no próprio hotel, contrariando sua expectativa de poder realizar trabalhos de campo. A determinação de não deixar o local é extensiva aos demais hóspedes e segue cartilha do governo dos Estados Unidos, visando dar segurança a moradores e visitantes. O furacão Isabel ameaça Washington e outras cidades do país. O Brasil está no Grupo B do Mundial. Depois da estréia, a equipe enfrenta a Noruega, dia 24, e encerra sua participação na primeira fase contra a França, dia 27. Os dois primeiros colocados de cada grupo classificam-se para as quartas-de-final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.