Andreas Gebert/Reuters
Andreas Gebert/Reuters

Futebol alemão vai manter cinco substituições para disputa da temporada 2020/2021

Regra foi permitida pela Fifa em maio como forma de reduzir a fadiga dos jogadores no retorno pós-pandemia

Redação, Estadão Conteúdo

03 de setembro de 2020 | 11h27

Os 36 clubes das duas principais divisões do futebol masculino alemão votaram, nesta quinta-feira, pela permanência da regra de cinco substituições para a disputa da temporada 2020/2021.

Esta regra foi permitida pela Fifa em maio como forma de reduzir a fadiga dos jogadores em uma agenda apertada de jogos reprogramados por causa da pandemia do coronavírus. Essa medida foi prorrogada em julho para permitir que as competições usassem a regra até o final da temporada de 2021.

O anúncio alemão vem um dia depois que o Campeonato Inglês voltou a adotar três substituições após o uso de cinco na 2019/20. Na França, o campeonato 2020/21 começou com cinco substituições, enquanto na Espanha ainda não foi decidido qual regra será usada no nova competição.

Outro ponto analisado no Campeonato Alemão é o futuro retorno do público aos jogos. O RB Leipzig espera ter 8.500 torcedores em seu primeiro jogo em casa, no dia 20, mas o Ministro da Saúde, Jens Spahn, disse na quarta-feira que preferiria "uma abordagem uniforme em toda a Alemanha". Já o CEO da Bundesliga, Christian Seifert, afirmou nesta quinta-feira que considera injusto que algumas equipes iniciem a temporada com torcedores em seus estádios e outras não.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolcampeonato alemão de futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.