Futebol da Itália marca reunião para evitar greve

A Associação de Jogadores Italianos e os dirigentes da Serie A, responsável pela gestão da elite do futebol da Itália, foram convocados para uma reunião de emergência na terça-feira para tentar evitar uma greve marcada para este fim de semana. Presidente da Federação Italiana de Futebol, Giancarlo Abete, foi o responsável pela reabertura das negociações.

AE-AP, Agência Estado

06 de dezembro de 2010 | 15h29

O sindicato se recusa a aceitar uma proposta em que os clubes teriam permissão a forçar os jogadores a treinarem em separado ou a aceitar uma transferência. As duas partes chegaram a um acordo em setembro para evitar uma greve declarada para os dias 24 e 25 de setembro.

Mas a associação dos jogadores advertiu em seguida que, se um novo contrato coletivo não fosse feito até 30 de novembro, a greve ocorreria no próximo final de semana, que tem partidas importantes marcadas como o duelo entre Juventus e Lazio, programado para domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolItáliagreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.