Futebol do México está em alta

Os jogadores brasileiros que se cuidem, pois vem por aí mais concorrência por um bom emprego nas equipes européias. Depois do vice-campeonato do Cruz Azul na Copa Libertadores da América e da classificação da seleção do México para a final da Copa América, os jogadores mexicanos começam a chamar a atenção de empresários e clubes do exterior.A boa campanha na Libertadores rendeu ao meia Palencia, do Cruz Azul, uma vaga no Espanyol, da Espanha. E outros jogadores mexicanos estão na mira dos europeus, uma vez que a temporada de contratações na Europa ainda não terminou. "A participação na Libertadores e na Copa América chamou a atenção para o futebol daqui", garante o lateral brasileiro Júlio César Pinheiro, do Cruz Azul.O jogador ressalta que os passes dos jogadores mexicanos são bem mais baratos do que os dos brasileiros e argentinos. "E a qualidade do futebol daqui é muito boa, só que os atletas são pouco conhecidos", garante.O lateral admite que o futebol mexicano tem problemas, mas são menores do que os do Brasil. "Aqui eles podem não pagar fortunas, mas os salários estão sempre em dia e é possível fazer um bom pé-de-meia."Surpresa - Pinheiro é um entusiasta do futebol mexicano. Confessa que, quando deixou os juniores do Guarani, de Campinas, para jogar no país, temeu por seu futuro profissional. "Foi uma surpresa. Aqui tive oportunidades e um retorno financeiro que dificilmente teria no Brasil", conta . Por esses motivos, o lateral tem uma certeza: a de que só deixará o México por uma proposta muito vantajosa. "E vai ser difícil. Por causa da lei do passe que vai entrar em vigor aqui eles estão renovando meu contrato por três anos."Sobre a crise do futebol brasileiro, o jogador tem algumas teorias. Pinheiro acha que parte dela é culpa da corrupção dos dirigentes. "E, em campo, os atletas daqui jogam com união e humildade, e isso está fazendo a diferença."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.