Futebol foi o esporte com maior controle de doping em 2013

Apesar de grande número de amostras coletadas, o esporte foi o que menos apresentou resultados positivos no ano passado

Estadão Conteúdo

15 Setembro 2014 | 15h28

Com um total de 28,002, o futebol foi o esporte que mais realizou controles de doping em 2013.  E com a marca de 1,932, a UEFA é intitulada como a organização esportiva regional com mais controles efetuados.

Hoje, a UEFA liberou um informe da Agência Mundial Antidoping (AMA) que informa a realização de 269,878 controles realizados a nível mundial no ano de 2013. Sendo que 1,932 foram feitos pela própria UEFA. Somente quatro federações esportivas internacionais obtiveram um número maior. 

De todos os controles realizados pela UEFA no ano passado, 1846 foram análises de urina (1373 em competição e 473 fora), 86 de sangue - sendo 36 em competição e 50 fora. Juntamente com análises adicionais: 616 controles de EPO, 39 de GC/C/IRMS (que busca a dopagem por esteroides) e 10 por hormônio de crescimento.

A UEFA destacou também que o futebol está entre os esportes com a taxa mais baixa de resultados positivos (0.48%) e no ano de 2013 só houve um caso, de um jogador de futebol de salão que foi suspenso durante 18 meses por uso de cocaína. 

Segundo os dados da última temporada, a UEFA coletou em todas as competições um total de 2198 de amostras (1860 de urina e 338 de sangue) e dessas análises, 1698 (1360 de urina e 338 de sangue) foram realizadas na Liga dos Campões e na Liga Europa sem registrar nenhum resultado positivo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.