Futebol: novos conflitos na Argentina

Trinta e quatro torcedores permaneciam presos até a manhã desta segunda-feira em Buenos Aires, um dia depois dos graves conflitos registrados em dois jogos do campeonato argentino de futebol. Os incidentes ocorreram durante as partidas River Plate x Nueva Chicago (0 a 0) e Chacarita x Boca Juniors (1 a 1). Os conflitos entre torcidas rivais e choques com a polícia deixaram saldo de pelo menos 20 pessoas feridas, uma delas, gravemente. Na partida entre Chacarita e Boca, disputada no estádio do San Lorenzo de Almagro, torcedores se enfrentaram com paus, pedras, facas e estiletes. Vários tiros foram disparados, mas ninguém foi ferido a bala. A polícia conseguiu prender 40 pessoas. No Monumental de Nuñez, torcidas organizadas do River prepararam uma emboscada na chegada dos torcedores adversários ao estádio. Um torcedor do River levou um tiro e se encontra internado em um hospital em estado grave. Dezesseis policiais foram feridos nos conflitos. Só neste ano, três torcedores morreram em conflitos nos estádios de futebol da Argentina.

Agencia Estado,

04 Março 2002 | 14h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.