Futuro de Fábio Costa segue indefinido

A situação de Fábio Costa segue indefinida no Corinthians. O goleiro foi avisado pela diretoria do clube para não treinar. Enquanto isso, o presidente da MSI, Kia Joorabchian, tenta incluí-lo em uma transação com Helton, do União de Leiria, de Portugal. Fábio Costa, no entanto, quer uma compensação que se aproxime dos R$ 5 milhões - valor pelo rompimento do contrato que terminaria em dezembro.Nesta terça-feira, depois de uma reunião de duas horas entre o procurador do jogador, Antônio Gustavo Amorim, e o diretor da MSI, Paulo Angioni, não houve acordo. O procurador soube que não há mesmo mais espaço para o goleiro no Parque São Jorge. A esperança de Fábio Costa era que, com a saída de Passarella, ele seria reintegrado ao time. Só que Kia Joorabchian não o quer mais no elenco.Vasco e Internacional são os candidatos a ter Fábio Costa no mercado nacional. E ele só aceita ir para o União de Leiria se ganhar muito dinheiro. A MSI pediu 24 horas antes de dar a resposta. O motivo é que Kia está conseguindo progredir nas negociações com Helton. A ponto de haver chance de anunciá-lo como novo goleiro do Corinthians ainda nesta quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.