Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Futuro de Leandro Damião deve ser definido nesta segunda

A diretoria do Cruzeiro aumentou o valor da proposta pelo atleta na última semana e aguarda uma resposta do Santos

Estadão Conteúdo

29 de dezembro de 2014 | 07h17

O empresário de Leandro Damião, Vinicius Prates, afirmou que esta segunda-feira será o "dia D" para definição do futuro do atacante. Uma reunião na Vila Belmiro, segundo ele, definirá se o jogador será emprestado ao Cruzeiro ou continuará no Santos.

A diretoria do clube mineiro aumentou o valor da proposta pelo atleta na última semana e aguardam uma resposta dos santistas, que tentam achar a melhor forma de não sair no prejuízo após verem que a milionária contratação de Damião foi um dos maiores micos do futebol brasileiro na temporada.

Trazido a peso de ouro do Inter, o atacante marcou apenas 11 gols em 43 jogos e sequer conseguiu se firmar como titular do Santos. No Cruzeiro, o jogador espera poder recuperar o bom futebol que o levou à seleção brasileira anteriormente.

Há pouco mais de dez dias, Vinícius Prates chegou a dizer que a decisão sobre a ida de Damião ao atual bicampeão brasileiro estava nas mãos do presidente eleito do Santos, Modesto Roma Junior, depois de o atacante ter se acertado com o clube mineiro. "De nossa parte, não falta nada. Cabe apenas ao Santos liberar o Leandro para ir ao Cruzeiro. Pessoalmente acredito que é um bom negócio para todos", disse, na ocasião, o agente do atleta.

O atacante foi contratado por R$ 42 milhões a partir de um empréstimo de um fundo de investimentos, sendo que o Santos tem cinco anos para devolver o valor, com juros de 10% ao ano.

Prestes a definir o futuro de Damião, o time da Vila Belmiro estreará na temporada de 2015 no dia 1.º de fevereiro, contra o Ituano, na Vila Belmiro, pela primeira rodada do Campeonato Paulista. Será a reedição da final deste ano, que foi vencida pelo clube do interior em pleno Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolSantos FCLeandro Damião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.