Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Gabigol ironiza críticas por pênalti não batido pelo Flamengo: 'Gostam de polêmica'

Atacante do Flamengo rebateu cobranças de torcedores por não ter cobrado penalidade decisiva na Supercopa do Brasil

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de fevereiro de 2022 | 15h05

O atacante Gabigol virou alvo da revolta dos torcedores do Flamengo após deixar Vitinho cobrar o pênalti que acabou custando o título da Supercopa do Brasil diante do Atlético-MG. Batedor oficial do clube, o artilheiro deixou a missão na Arena Pantanal, em Cuiabá, para o companheiro e recebeu duras críticas nas redes sociais pela atitude. Nesta segunda-feira, ele respondeu com ironia.

"Eles gostam de uma polêmica. Agora se dá certo, todos seriam o inventor do futebol", iniciou sua 'defesa' o camisa 9. Após um torcedor defensor, ele escreveu: "Alguém inteligente, graças a Deus." Acabou despertando ainda mais cobranças. E foi acusado de muitos nomes. Entre eles, preguiçoso, vaidoso, 'perninha', egoísta, desinteressado e 'pipoqueiro.'

Muitos reclamaram que o atacante vem desperdiçando muitos gols e que só balança as redes justamente em pênaltis ou "debaixo" das traves. "Pipoqueiro hahahahah. Com essa camisa em finais quem tem mais gols sou eu e o rei", ironizou, e ao mesmo tempo lembrando de Zico.

Gabriel ainda postou uma fotomontagem dele ao lado de Zico com destaque para os sete gols em finais. "Sempre uma honra estar ao seu lado e dividir tantos recordes, Rei." Alguns lembraram dos dois gols no fim que garantiram a virada e a conquista da Libertadores de 2020 diante do River Plate. A maioria, porém, preferiu as respostas hostis e a grosseria.

"Está na hora de você assumir a responsabilidade e se tornar o verdadeiro líder desse elenco. Você é o maior ídolo desse clube depois do Zico pra essa geração. Acorda, o bem e o mal vão cair sempre nas suas costas. Assume a responsabilidade e a torcida te abraça", escreveu um flamenguista apenas dando um "conselho." 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.