Nelson Antoine/AP
Nelson Antoine/AP

Gabriel discorda das vaias dos torcedores após empate: 'Passamos em primeiro'

"Chegamos nas semifinais do Paulista e não passamos nos pênaltis. Na Copa do Brasil classificamos, e na Libertadores passamos em primeiro"

Estadão Conteúdo

24 de maio de 2018 | 21h38

O Santos ficou no empate sem gols com o Real Garcilaso e deixou o gramado da Vila Belmiro sob vaias dos cerca de cinco mil torcedores que foram acompanhar a partida. O atacante Gabriel considerou injusto os protestos.

+ Confira a tabela da Copa Libertadores

"Não tenho o que comentar da torcida, prefiro não falar. Chegamos nas semifinais do Paulista e não passamos nos pênaltis. Na Copa do Brasil classificamos, e na Libertadores passamos em primeiro", afirmou.

O time alvinegro, mesmo com o resultado ruim, garantiu a ponta do Grupo F da Libertadores, com 10 pontos. Mas também encerrou a primeira fase da competição sem conseguir marcar um gol sequer no lanterna da chave. No jogo de ida, o Garcilaso venceu por 2 a 0.

"Queríamos a vitória, mas, com nove jogadores atrás da linha da bola, é difícil. Dentro de casa estamos ganhando quase todas. É continuar esse trabalho. Classificamos em primeiro. A meta foi conquistada", minimizou Gabriel.

O Santos agora volta as atenções para o Campeonato Brasileiro, onde ocupa apenas o 15º lugar, com seis pontos, a um da zona de rebaixamento. No domingo, às 16 horas, o time alvinegro receberá o Cruzeiro no estádio do Pacaembu, pela sétima rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.