Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Gabriel espera que jogo contra o Inter coloque fim à oscilação do Corinthians

Volante deve retornar ao time alvinegro no domingo na vaga de Ralf, suspenso pelo terceiro cartão amarelo

João Prata, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2018 | 19h44

O Corinthians iniciou nesta terça-feira a preparação para o duelo contra o Internacional, domingo, em casa, pela 26ª do Campeonato Brasileiro. Apenas os reservas foram a campo no trabalho realizado à tarde. O volante Gabriel, que deve voltar à equipe no lugar de Ralf, suspenso, concedeu entrevista coletiva.

Para o jogador, chegou o momento da equipe deixar de alternar altos e baixos e encontrar um rumo nesta reta final de temporada. "Tivemos uma série de mudanças. A equipe vem de uma oscilação muito grande. Faz um jogo muito bom, depois faz um ruim", disse. 

Sem conseguir manter uma boa sequência, o treinador acaba não repetindo a escalação. E isso é uma das coisas que tem incomodado o volante. "Ainda não dá para cravar uma equipe. Estamos no processo de muitas mudanças. Isso incomoda. Mas eu e todos os outros vamos tentar melhorar para ajudar a equipe e assim ter uma base para o final do ano. Falta pouco para acabar, mas esse pouco pode ser traiçoeiro. Então temos que nos acertar o quanto antes", avisou.

Gabriel tem alternado partidas entre o time titular e a reserva. Ele começou em campo no empate sem gols contra o Flamengo pelas semifinais da Copa do Brasil na última quarta-feira e ficou no banco na vitória por 2 a 1 sobre o Sport no domingo - neste jogo acabou entrando no segundo tempo, na lateral direita, na vaga de Paulo Roberto, que se machucou. 

O jogador disse que o foco no momento é a partida contra o Internacional, mas não tem como não pensar no jogo de volta contra o Flamengo, dia 26, em casa. Ainda mais porque o clube anunciou nesta terça-feira que o treino da véspera da partida será aberto para os torcedores na Arena Corinthians.

"É sempre legal para nós jogadores. Gostamos desse tipo de treino porque fica em um clima muito mais próximo do jogo. A torcida leva os bandeirões, faz a festa. É bonito para o espetáculo. Ainda é cedo para falar disso, porque temos um jogo muito importante no final de semana. Mas com certeza vai ser outro dia especial para nós jogadores e para a torcida", comentou.  

O Corinthians ocupa atualmente a oitava posição na tabela do Campeonato Brasileiro, com 33 pontos. O Internacional é o vice-líder, com 49. Para a partida, o técnico Jair Ventura deverá contar com o retorno do lateral-direito Fagner, recuperado de problema muscular.

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.