Gabriel está pronto para o clássico

O zagueiro Gabriel não tem muitaexperiência em clássicos, especialmente pelo Palmeiras, clubeque defende há três meses. Apesar disso, o defensor de 21 anosgarante que não sentirá pressão por enfrentar o Corinthians, nodomingo. "A cobrança dos torcedores é maior, mas é hora de tertranqüilidade", afirmou. "Temos de encarar como mais um jogo,no qual precisamos da vitória." No primeiro turno, Gabriel não participou da goleada por4 a 0 sobre o rival porque estava suspenso. Por isso, redobrou aatenção no empate por 2 a 2 diante do Vitória, domingo passado,em Salvador, para não perder o confronto novamente. "Fiz opossível para não levar o terceiro cartão amarelo", contou. "Éum jogo em que não queria ficar de fora." Titular nos últimos cinco jogos, fez apenas um clássicopelo Palmeiras: a vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, em junho.Porém, na Ponte Preta, clube pelo qual foi revelado, disputoutrês dérbis em Campinas, com duas vitórias sobre o Guarani e umaderrota. "Claro que enfrentar o Corinthians é muito diferente,os jogadores mais experientes do elenco têm conversadocomigo." O fato de o Palmeiras ter sofrido dois gols de bolasparadas contra o Vitória e ser esta uma das principais armas doCorinthians não preocupa Gabriel. "Precisamos ter mais atenção,mas nos treinamentos da semana o problema pode ser resolvido",disse o zagueiro, que reconhece a força do adversário,especialmente a boa fase dos atacantes Gil e Jô. "O Corinthians tem uma boa equipe, que está crescendono campeonato e merece ser respeitada", analisou. "Mas o maisimportante é nos preocuparmos com nosso time, em primeirolugar."O zagueiro também adotou a linha imposta pelo técnico EstevamSoares de ter muito cuidado nas entrevistas nos dias queantecedem o clássico. "Quanto mais pudermos evitar polêmica,tanto melhor."Time completo - Estevam terá todos os jogadores à disposiçãopara enfrentar o Corinthians, inclusive o volante Marcinho, queestava suspenso. Lúcio, Magrão, Elson e Osmar não treinaramnesta terça-feira em razão de dores musculares, mas não sãoproblemas para domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.