Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Rodrigo Coca/ Agência Corinthians
Rodrigo Coca/ Agência Corinthians

Gabriel fala em 'resultado difícil de digerir', mas crê em reação do Corinthians

Equipe alvinegra vive situação complicada na Copa do Brasil e ainda não venceu sob o comando de Sylvinho

Redação, Estadão Conteúdo

03 de junho de 2021 | 00h02

Três dias depois do duelo pelo Brasileirão, o Atlético-GO voltou a ser algoz do Corinthians ao explorar os mesmos erros do rival paulista e vencer por 2 a 0 na Neo Química Arena. O volante corintiano Gabriel reconheceu que a apresentação foi ruim e alertou para a necessidade de corrigir as falhar para que a equipe possa reverter a desvantagem em Goiânia.

"Não jogamos bem. Sabemos que tem que melhorar muito, não podemos aceitar isso, se trata de Corinthians, então a gente sempre tem que jogar pra ganhar e pra conquistar os objetivos", falou Gabriel, que entrou na etapa final, minutos depois de Fagner ser expulso após levar o segundo amarelo.

Os gols foram marcados da vitória convincente do Atlético-GO foram marcados por Ronald e João Paulo, ambos no primeiro tempo. Com falhas na marcação e dificuldade para criar, o Corinthians não teve respostas à ótima estratégia do rival goiano, bem planejada pelo técnico Eduardo Barroca e executada com eficiência pelos atletas.

Para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil, o Corinthians terá de vencer o Atlético-GO na quarta-feira da semana que vem, em Goiânia, por três gols de diferença, ou por dois gols de vantagem e ainda se sair melhor nas disputas de pênaltis. Em situação confortável, os goianos podem perder por até um gol que, mesmo assim, confirmam a classificação.

Gabriel lamentou o "resultado difícil de digerir", reforçou que a equipe precisa evoluir e, embora o Corinthians venha de uma sequência ruim de atuações, crê que a classificação na Copa do Brasil é possível.

"Não está acabado, ainda mais se tratando da história do Corinthians. Temos que melhorar, treinar mais e ver o que erramos para passar à próxima fase", resumiu o volante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.