JASON CAIRNDUFF / Action Images via Reuters
JASON CAIRNDUFF / Action Images via Reuters

Arsenal se aproxima da contratação de Gabriel Jesus, do Manchester City, por R$ 311 milhões

Atacante da seleção brasileira busca mais oportunidades a poucos meses da disputa da Copa do Mundo do Catar

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2022 | 17h55

Gabriel Jesus está perto de definir sua transferência do Manchester City para o Arsenal, segundo a imprensa inglesa. O jornal The Times informou que o atacante da seleção brasileira quer jogar pelo clube londrino, que deverá aumentar sua proposta para 58 milhões de euros (R$ 311 milhões) para contar o jogador. A oferta inicial, recusada na semana passada, foi de R$ 187 milhões.

A equipe do técnico Pep Guardiola não gostaria de perder Jesus, mas entende seu desejo em ter mais participações nos jogos. O brasileiro vai entrar no ano final de seu contrato e busca mais oportunidades a poucos meses da Copa do Mundo do Catar. A disputa segue acirrada entre os atacantes para uma vaga na delegação do técnico Tite ao Mundial deste ano.

Gabriel Jesus goza de prestígio com o treinador do Arsenal, Mikel Arteta, que foi assistente de Guardiola no City. Nas últimas semanas, o clube de Manchester acertou as contratações da sensação norueguesa Erling Haaland, do Borussia Dortmund, e da promessa argentina Julian Alvarez, do River Plate.

Na goleada do Brasil sobre a Coreia do Sul, Jesus afirmou que seu destino será definido logo após o último amistoso desta janela de junho. "Procuro ver o que é melhor para mim e, acima de tudo, para a minha carreira. A partir de terça-feira, veremos o que é melhor", disse.

O Arsenal sentiu bastante a falta de um bom centroavante na última temporada. Aubameyang caiu de rendimento ora jogando nessa função, ora de ponta esquerda, e acabou negociado com o Barcelona. Já Lacazette marcou poucos gols e não teve seu contrato renovado. A tendência é que Jesus deva ter mais oportunidades como camisa 9. Neste mês, o clube de Londres também concluiu a compra do atacante Marquinhos junto ao São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.