Denis Lovrovic / AFP
Denis Lovrovic / AFP

Gabriel Jesus faz 3 e City goleia na Croácia; Atalanta surpreende e se classifica

Atacante brasileiro passa dos 100 gols oficiais na carreira e ajuda a manter invencibilidade de time inglês no torneio

Redação, Estadão Conteúdo

11 de dezembro de 2019 | 17h02

Classificado com antecipação às oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa e garantido na primeira colocação do Grupo C, o Manchester City entrou em campo nesta quarta-feira contra o Dínamo Zagreb, na Croácia, com um time alternativo. Quem se aproveitou ao ganhar uma chance do técnico espanhol Pep Guardiola foi Gabriel Jesus. Com três gols, o chamado "hat-trick", o centroavante brasileiro foi decisivo para a goleada por 4 a 1, depois de sair perdendo no placar.

Daniel Olmo fez o gol para o Dínamo Zagreb, logo aos 10 minutos de jogo, e deu esperanças para a torcida croata na luta pela classificação às oitavas de final. Mas elas foram por água abaixo graças ao faro de artilheiro de Gabriel Jesus. O empate saiu ainda antes do intervalo, aos 34, em uma cabeçada na pequena área. Na segunda etapa, precisou de um intervalo de quatro minutos, aos cinco e aos nove, para balançar as redes mais duas vezes. No final, Phil Foden consolidou a goleada.

Com 14 pontos, o Manchester City fechou o Grupo C disparado na liderança. O Dínamo Zagreb, com cinco, ficou sem qualquer chance de classificação, terminando na lanterna, o que fez com que o outro jogo da chave entre Shakhtar Donetsk e Atalanta, na Ucrânia, se tornasse um confronto direto para a definição da segunda vaga. O empate beneficiava os donos da casa, mas os italianos surpreenderam e se garantiram nas oitavas de final com uma vitória por 3 a 0.

Com sete pontos - seis deles conquistados com as vitórias nas duas últimas rodadas desta fase de grupos -, a Atalanta conseguiu o feito de avançar ao mata-mata logo na sua primeira participação na Liga dos Campeões. O Shakhtar Donetsk, time de vários brasileiros em seu elenco, ficou com seis na terceira colocação, o que dá o direito de disputar a Liga Europa a partir da segunda fase eliminatória.

Em campo, o jogo foi muito equilibrado e com poucas chances de gol até a metade do segundo tempo. Aos 23 minutos, em um lance confirmado com a ajuda do VAR, a Atalanta abriu o placar com o gol de Timothy Castagne. Desesperado, o Shakhtar Donetsk foi ao ataque e deu espaços para os italianos, que marcaram mais duas vezes - com Mario Pasalic, aos 35, e com Robin Gosens, aos 45, depois de falha grotesca da zaga ucraniana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.