Marc Atkins/ AP
Marc Atkins/ AP

Gabriel Jesus marca e Manchester City estreia com vitória no Inglês

Fora de casa, time comandado por Josep Guardiola bateu o Wolverhampton por 3 a 1

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2020 | 18h45

Com gol de Gabriel Jesus, o Manchester City estreou na temporada europeia com vitória, nesta segunda-feira. O time comandado por Josep Guardiola bateu o Wolverhampton por 3 a 1, fora de casa, em seu primeiro jogo na atual edição do Campeonato Inglês.

Atual vice-campeão nacional, o City fez atuação irregular nesta segunda. Se o primeiro tempo foi de domínio total, o segundo foi de oscilações, erros na defesa e apatia. Só não levou o empate, quando vencia por 2 a 0, porque o time da casa abusou das falhas no ataque.

No primeiro tempo, o City abriu o placar com Kevin de Bruyne. Ele sofreu pênalti e converteu aos 19 minutos. Aos 31, o mesmo meio-campista belga acionou Sterling, que cruzou rasteiro da esquerda para Foden, com tranquilidade, só escorar para as redes.

O controle da partida era todo dos visitantes também no início do segundo tempo. Até que o City começou a recuar e o time mandante passou a se aventurar no ataque. Criou ao menos três boas chances para descontar e até empatar o duelo. No entanto, exagerava no último passe ou na finalização e desperdiçava oportunidades incríveis.

O gol acabou vindo aos 32. Daniel Podence iniciou bela jogada pela direita, passou a bola entre as pernas de De Bruyne e cruzou com precisão, na cabeça de Jiménez, que mandou para as redes.

Quando o Wolverhampton já cansava de perder chances de empatar, o City definiu a partida nos acréscimos. Aos 49, Gabriel Jesus conteve dois marcadores pela esquerda, entrou na área e bateu para o gol. A bola desviou no marcador, o que não deu chances ao goleiro Rui Patrício: 3 a 1.

Com o resultado, o time de Guardiola somou seus primeiros pontos na tabela do Inglês, que já está em sua segunda rodada. Mais cedo, o Aston Villa derrotou o Sheffield United por 1 a 0, em seu estádio. Com um jogador a mais em campo desde os 12 minutos de partida, o anfitrião contou com gol de Ezri Konsa, aos 18 minutos do segundo tempo. Na etapa inicial, John Lundstram desperdiçara uma cobrança de pênalti para o Sheffield.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.