Kirsty Wigglesworth/AP
Kirsty Wigglesworth/AP

Gabriel Jesus perde pênalti, mas marca em goleada do City na Copa da Inglaterra

Mesmo com time modificado em razão dos 21 casos de covid-19, time de Manchester dominou o jogo com impressionantes 75% de posse de bola

Redação, Estadão Conteúdo

07 de janeiro de 2022 | 19h22

O Manchester City está na quarta fase da Copa da Inglaterra. A vaga veio sem sustos em visita ao modesto Swindon Town, da quarta divisão, dominado durante toda a partida e eliminado com goleada por 4 a 1 no The County Ground, nesta sexta-feira. O brasileiro Gabriel Jesus teve tudo para ser o herói do jogo, mas desperdiçou um pênalti que poderia resultar no seu segundo gol no duelo.

Mesmo com um time bastante modificado e sem algumas estrelas - são 21 casos de covid-19 no elenco no clube, sendo 14 na comissão técnica -, o Manchester City não tomou conhecimento do rival, dominando a primeira parte do jogo com impressionantes 75% de posse de bola.

Atuando no campo de ataque contra um oponente com 11 jogadores apenas se defendendo para evitar um grande vexame, o time de Manchester demorou somente 14 minutos para abrir vantagem, com chute de Bernardo Silva.

Mesmo atrás do placar, os donos da casa seguiram acuados. E não demorou muito para o placar ser movimentado novamente. De Bruyne serviu e Gabriel Jesus ampliou, dentro da área. Os 2 a 0 da etapa ficaram baratos tamanha a diferença técnica das equipes.

Na fase final, novamente aos 14 minutos, foi a vez de Gundogan deixar sua marca, em cobrança de falta perfeita. Eis que surgiu a chance de Gabriel Jesus se consagrar. Pênalti marcado em lance questionável se a falta foi ou não na área. A arbitragem confirmou, ele ajeitou e bateu para defesa do goleiro Ward.

O lance motivou o Swindon Town, que fez o de honra com Harry McKirdy, aproveitando passe em profundidade de Steffen. A alegria durou quatro minutos. Até Cole Palmer aproveitar a sobra na lateral da área e bater com curva, no ângulo, para fechar a goleada e confirmar a classificação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.