Nelson Almeida/AFP
Nelson Almeida/AFP

Gabriel Jesus revela conversas com Fernandinho sobre o Manchester City

Atacante promete pagar conselhos com jantar para amigo quando morar na Inglaterra

Ciro Campos, enviado especial a Natal, Estadão Conteúdo

09 Outubro 2016 | 15h10

O assunto Manchester City aproximou na seleção brasileira o atacante Gabriel Jesus, de 19 anos, e o volante Fernandinho , de 31. Os dois serão companheiros de time a partir de janeiro, quando a revelação do Palmeiras vai se juntar ao elenco do técnico Pep Guardiola. O jovem artilheiro do Campeonato Brasileiro com 11 gols contou em Natal que na concentração tem procurado falar com o colega sobre o novo clube.

"Eu pretendo ter o conhecimento maior possível sobre Manchester, até para facilitar para minha chegada, sobre o que será importante para mim. Falamos sobre tudo, sobre o que ele pode me ajudar", contou Jesus. 

O autor de três gols pela seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo, incluindo um na última quinta, sobre a Bolívia, teve nesses dias o primeiro contato com Fernandinho. O volante não era chamado para a seleção há seis meses.

Gabriel Jesus brincou que depois de se mudar para Manchester, pretende retribuir as dicas de Fernandinho com um jantar, que será preparado pela mãe do palmeirense. Ela, aliás, acompanha de perto a carreira do filho. O atacante disse que costuma trocar mensagens com a mãe durante o período de concentração.

O meia Philippe Coutinho, que atua no Liverpool, disse que Jesus não precisa de muitas dicas sobre a Inglaterra, principalmente se o assunto for adaptação ao estilo de jogo nos campeonatos locais. "Ele é um craque. Não vai ter dificuldade algum de se adapatar. É um jogador ágil, forte e rápido. Tudo o que se exige na Inglaterra, ele tem. tenho certeza que vai chegar muito bem", comentou.

A seleção brasileira deixou o hotel em Natal por volta das 13h40 deste domingo rumo ao aeroporto, onde pegou voo fretado para Mérida, onde na terça enfrenta a Venezuela pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.