AP
AP

Gabriel Jesus se machuca, Agüero se destaca e City vira vice-líder do Inglês

Equipe vence o Bournemouth por 2 a 0, fora de casa

Felipe Rosa Mendes, Estadao Conteudo

13 Fevereiro 2017 | 20h02

O Manchester City aproveitou o tropeço do Tottenham no fim de semana para assumir a vice-liderança do Campeonato Inglês nesta segunda-feira, ao derrotar o Bournemouth por 2 a 0, fora de casa, no encerramento da 25ª rodada. Apesar da vitória e da subida na tabela, o brasileiro Gabriel Jesus teve poucos motivos para comemorar. Ele deixou o gramado logo aos 14 minutos de jogo, por conta de lesão, e ainda viu o argentino Sergio Agüero, seu concorrente na briga para ser titular da equipe, participar do segundo gol do jogo.

Com uma estreia surpreendente no City, após deixar o Palmeiras no fim do ano, Gabriel Jesus começou como titular novamente nesta segunda. E vinha participando bem da partida até dar um pisão em falso com o pé direito dentro da área e reclamar de dores. Ele acabou deixando o gramado precocemente e viu Agüero entrar em seu lugar. O argentino acabou participando do segundo gol, em dividida com o zagueiro do Bournemouth. O árbitro deu o gol para Tyrone Mings.

Antes disso, porém, o City sofreu em campo diante das investidas do Bournemouth. Mesmo recuado, o time da casa quase abriu o placar aos 18 minutos, quando Fernandinho cometeu erro na saída de bola e Ibe quase aproveitou a chance. Cara a cara com Caballero dentro da área, o atacante parou na defesa do goleiro, que apenas começava a se destacar na partida.

Passado o susto, o City foi para cima e também desperdiçou grande oportunidade. Aos 26, Sterling finalizou sem marcação quase da marca do pênalti. A bola desviou no goleiro e acertou a trave. Na sequência, Yaya Touré arriscou chute colocado de fora da área e mandou rente à trave direita do goleiro do Bournemouth.

Dois minutos depois, o mesmo Sterling se redimiu. Após cruzamento de Sané pela esquerda, a bola desviou na zaga e Sterling só completou para as redes. No minuto seguinte, o Bournemouth também mandou para as redes, mas o árbitro anulou o lance ao assinalar falta no início do lance.

Discreto até então, Agüero chamou a atenção ao perder gol aos 36 minutos. Completamente sem marcação dentro da área, ele arriscou chute forte e mandou muito longe do gol. Mas o argentino não desanimou e, no segundo tempo, ajudar a selar a vitória do time de Manchester. Foi aos 23 minutos, quando Sterling cruzou rasteiro da linha de fundo e Agüero deu carrinho na pequena área, em dividida com Tyrone Mings. A bola morreu no fundo das redes e o árbitro deu o gol para o jogador do Bournemouth.

Nos minutos finais, o City cresceu no ataque e passou a impor forte pressão. Acertou a trave duas vezes e teve chances de aplicar goleada no já combalido Bournemouth, dono da 14ª colocação da tabela, com 26 pontos.

O City, por sua vez, assumiu a vice-liderança da tabela, agora com 52 pontos. Está a oito de distância do líder Chelsea. Tottenham e Arsenal vêm logo atrás, ambos com 50 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.