'Gabriel Jesus tem de galgar espaços', diz Oswaldo de Oliveira

Depois de se irritar com os pedidos de um torcedor para escalar Gabriel Jesus na vitória sobre o São Bernardo, por 1 a 0, no último domingo, o técnico Oswaldo de Oliveira voltou a afirmar que a revelação palmeirense ainda tem de evoluir. "O Gabriel (Jesus) é uma projeção muito positiva, muito ambiciosa e muito otimista que nós temos. Para por aí. Ele tem que galgar espaços e chegar realmente inteiro lá na frente", afirmou o treinador.

GONÇALO JÚNIOR, Estadão Conteúdo

24 Março 2015 | 18h21

Existe grande expectativa dos torcedores do Palmeiras pela ascensão do jovem atacante, mas o treinador quer frear o frenesi. "Temos que respeitar essa evolução e essa forma em que a coisa está sendo levada não vai ajudá-lo. Prejudica também o Palmeiras e a todos", afirmou o treinador.

Para o clássico desta quarta-feira contra o São Paulo, no Allianz Parque, Gabriel Jesus deve ser opção no banco de reservas. A escalação do time titular depende da evolução clínica de Allione e Tobio, que fizeram treinos leves nesta terça-feira no Centro de Treinamento da Barra Funda.

Oswaldo afirmou que não se sente pressionado pelo fato de o Palmeiras não ter vencido clássicos em 2015. "Eu entro absolutamente tranquilo, mas cada jogador tem uma reação. Se nós ganharmos o jogo, ótimo, vai ter uma repercussão maravilhosa. Se não ganhar, vai continuar essa coisa em cima do clássico. Que não resolve nada, não resolve. Não tenho dúvida que o Palmeiras se classifica ganhando, perdendo ou empatando", afirmou o treinador.

Mais conteúdo sobre:
futebol Palmeiras Paulistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.