Daniel Teixeira|Estadão
Daniel Teixeira|Estadão

Suspenso, Gabriel Jesus vira desfalque em decisões do Palmeiras

Artilheiro do time no ano ficará fora dos dois próximos jogos

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

08 de abril de 2016 | 07h00

O artilheiro do Palmeiras na temporada, Gabriel Jesus, está fora das duas primeiras decisões do time no ano. A equipe vai decidir a permanência no Campeonato Paulista, no domingo, e na Copa Libertadores, na quinta-feira, sem a maior revelação recente do clube, suspenso nas duas competições.

O terceiro cartão amarelo recebido no Estadual, durante o clássico com o Corinthians, foi menos sentido pelo jogador de 19 anos do que a primeira expulsão da carreira, na última quarta-feira. Gabriel Jesus se irritou com uma falta e agrediu um o pé um jogador do Rosario Central.

O cartão vermelho o tirou da partida com o River Plate, do Uruguai, no Allianz Parque, e provou o quanto o autocontrole será necessário na sua carreira. "Na base, às vezes eu me chateava. Minha mãe conversou comigo e melhorei muito, tinha parado de ser expulso. Infelizmente, poderia ter evitado esse cartão", lamentou.

A ausência do autor de três gols em últimos jogos se dá no melhor momento do atacante no Palmeiras. Gabriel Jesus chegou ao oitavo tento na temporada, número maior do que o alcançado em todo o ano passado. A vinda do técnico Cuca o ajudou a ser mais decisivo ao dar mais liberdade de posicionamento.

"É um jogador inteligente, rápido e sabe fazer gol. Eu acho que esse aí é uma grande promessa do futebol brasileiro, tomara que ele continue nesse caminho que está. Vai ser melhor ainda", elogiou. O desfalque do atacante abre indefinição sobre o substituto. Cuca tanto pode escalar contra o Mogi Mirim, no domingo, fora de casa, um jogador veloz como Érik ou mudar o esquema com a entrada de Lucas Barrios.

INGRESSOS

O clube já comercializou 15 mil entradas para a partida de quinta-feira contra o River Plate, no Allianz Parque. Um dos setores da arena, o Gol Norte, inclusive está esgotado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.