Yuri Edmundo/Eleven
Yuri Edmundo/Eleven

Gabriel Jesus vira o 'salvador' do Palmeiras na Copa do Brasil

Atacante marcou gols decisivos pelo Alviverde na competição

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2015 | 07h00

No começo do ano, mesmo com a chegada de tantos reforços, o assunto no Palmeiras era Gabriel Jesus. O garoto tinha números impressionantes nas categorias de base e após nove meses de negociação, renovou contrato e foi promovido pelo técnico Oswaldo de Oliveira. De lá para cá, o garoto está se soltando e já foi protagonista de duas classificações da equipe na Copa do Brasil, diante do ASA e do Cruzeiro, na quarta-feira.

Contra os alagoanos, o garoto foi o autor do gol da classificação na vitória por 1 a 0 fora de casa, após empate sem gols no Allianz Parque. Diante do Cruzeiro, mais uma vez ele fez a diferença, já que, além de marcar dois belos gols, ainda deu uma linda assistência para Lucas Barrios na vitória por 3 a 2. Com a grande atuação, a tendência é que ele passe a ter mais espaço e pode até se tornar titular de vez.

Gabriel Jesus começou a chamar a atenção no ano passado. Seu último grande feito na base foi atingir a incrível marca de 37 gols em 22 jogos pelo Campeonato Paulista Sub-17, números que fizeram com que, antes mesmo de se profissionalizado, já despertasse a atenção de vários clubes do Brasil e do exterior. O Santos, São Paulo, Cruzeiro e Grêmio, além de grandes da Europa tentaram levá-lo. 

Após uma longa negociação, o Palmeiras entrou em acordo com o empresário do garoto. Anteriormente, o Palmeiras tinha 75% dos seus direitos econômicos e o agente 25%. Para não pagar luvas e comissão de renovação, o presidente Paulo Nobre fez um acordo para que o empresário ficasse com 70% do garoto e o clube com 30%. 

A vontade em ver o garoto em campo era tão grande desde o ínicio da temporada, que o técnico Oswaldo de Oliveira foi bastante pressionado para dar mais oportunidades ao atacante. Marcelo Oliveira foi, aos poucos, dando oportunidades ao garoto, que parece ter aproveitado bem a chance obtida diante do Cruzeiro.

"Ele (Gabriel Jesus) tem treinado bem e jogou um tempo contra o Atlético (domingo) muito bem. Ele tem força, habilidade e conclusão", disse Marcelo Oliveira. O garoto, contou que espera passar a ter mais oportunidades, mas deixa claro que respeita as decisões do treinador. "Estou trabalhando para isso. Estou correndo forte nos treinos. Temos um elenco forte e quero estar jogando, mas respeito a opinião do técnico e quando ele precisar, pode contar comigo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.