Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Gabriel se firma e vira o 'carregador de piano' do elenco do Palmeiras

Volante ganha espaço e se torna referência na marcação, mesmo sendo o único da posição no meio de campo e espera por Arouca

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2015 | 07h04

Gabriel chegou de graça ao Palmeiras depois de se desligar do Botafogo na Justiça, mas sem alarde se firma a cada dia como titular e mostra por que foi o líder de desarmes do último Campeonato Brasileiro.

O time venceu as últimas três partidas sem sofrer gol (3 a 0 no Rio Claro, 1 a 0 no São Bento e 2 a 0 no Penapolense) nem levar grandes sustos, mesmo tendo apenas Gabriel como marcador nato no meio-campo – o meia Robinho vem jogando improvisado como segundo volante.

E a melhora do sistema de marcação levou Oswaldo de Oliveira a adiar a estreia de Arouca – havia dito que seria contra o Penapolense, mas a reprogramou para a partida de sábado contra o Capivariano no Allianz Parque.

O volante divide com os companheiros os méritos pela melhora da defesa. "A responsabilidade de marcar não é só minha, mas de todos. Também tenho responsabilidade de fazer o time jogar, não sou aquele jogador que só marca. O Oswaldo me dá liberdade para chegar na frente também."

Com a confirmação da estreia de Arouca na próxima rodada, volta a expectativa de saber quem deixará a equipe – Gabriel não será, porque Oswaldo de Oliveira já deixou claro em entrevistas que não abre mão de tê-lo no time. Como Robinho vem jogando bem, o sacrificado será Allione ou Alan Patrick.

Com Arouca e Gabriel formando a dupla de volantes, a ideia do treinador é que os dois se alternem na proteção aos zagueiros e apoio aos meias – como faziam Vampeta e Rincón no Corinthians dirigido por Oswaldo em 2000. 

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.