Gabriel Silva diz que é cedo para sair do Palmeiras

Valorizado depois de ter sido titular da seleção brasileira na campanha do título do Mundial Sub-20, o lateral-esquerdo Gabriel Silva já recebeu uma proposta da Udinese, da Itália, que estaria disposta a desembolsar até 4 milhões de euros para tirá-lo do Palmeiras. Mas o jogador de apenas 20 anos tratou de tranquilizar a torcida palmeirense nesta terça-feira, ao dizer que ainda é cedo para deixar o clube.

DANIEL AKSTEIN BATISTA, Agência Estado

23 de agosto de 2011 | 18h30

Gabriel Silva disse que ficou sabendo da proposta da Udinese apenas na segunda-feira, quando se reapresentou ao clube após a disputa do Mundial Sub-20 na Colômbia. "Ainda é cedo para sair. Quero fazer um bom trabalho no Palmeiras antes de ir para a Europa", afirmou o lateral.

Revelado nas categorias de base do Palmeiras, Gabriel Silva se firmou recentemente como titular do time. Agora, com o título do Mundial Sub-20 no currículo, ele espera crescer ainda mais de produção. "Volto um pouco mais experiente, foi uma conquista emocionante", contou o jogador.

Mas, apesar de ter se reapresentado na segunda-feira, Gabriel Silva pode desfalcar o Palmeiras no jogo de quinta, contra o Vasco, no Pacaembu, pela Copa Sul-Americana. Ele voltou da seleção brasileira com um desconforto na perna esquerda e ainda é dúvida para a partida.

Assim como já tinha acontecido na segunda-feira, Gabriel Silva passou por novos exames nesta terça, que não revelaram nenhuma lesão na perna esquerda. Mas sua presença no jogo será decidida apenas nesta quarta. "Se o Felipão me relacionar, estou pronto para ajudar", disse o lateral.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasGabriel Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.