Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Gabriel Veron testa negativo e viaja a Abu Dabi para se juntar ao elenco do Palmeiras

Jovem atacante é convidado pela diretoria, comissão e atletas para integrar delegação nos Emirados Árabes e torcerá de perto pelos companheiros na final do Mundial

Ricardo Magatti, enviado especial a Abu Dabi, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2022 | 05h56

O atacante Gabriel Veron testou negativo para a covid-19 no Brasil e foi convidado pela diretoria, comissão e elenco para se juntar à delegação do Palmeiras em Abu Dabi. Ele está a caminho dos Emirados Árabes e vai torcer pelos companheiros de perto na final do Mundial de Clubes contra o Chelsea, sábado, às 13h30 (de Brasília).

Veron ficou fora da lista de inscritos no torneio porque foi infectado pela covid-19 e, ao contrário de Piquerez, não testou negativo a tempo de jogar a competição. O jovem foi submetido a novos exames e só teve resultado negativo nesta quarta-feira. Com isso, foi liberado para viajar a Abu Dabi.

Na quarta, Vinicius Silvestre foi liberado para voltar aos treinamentos após cumprir isolamento em um hotel em Abu Dabi depois que testou positivo para covid na chegada da delegação aos Emirados Árabes Unidos.

O elenco, portanto, ficará completo na capital dos Emirados Árabes Unidos. Abel Ferreira, o criador do lema "Todos Somos Um", quis que os atletas cortados da lista da competição continuassem com a delegação no país árabe e participassem das atividades diárias. 

Além de Veron, Renan, Gabriel Menino, Patrick de Paula, Vanderlan e Giovani não integram a lista dos atletas no torneio da Fifa, mas participam do convívio com o elenco.

O Palmeiras treina mais duas vezes antes do duelo que definirá o campeão mundial. Nesta quinta-feira faz uma atividade às 18h (horário local) no Zayed Sports City, e na sexta-feira reconhece o gramado do palco da final, o Mohammed Bin Zayed Stadium. A decisão contra o Chelsea está marcada para as 13h30 (horário de Brasília) de sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.