Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Gabriel vibra com gols em goleada do Santos e esquece erro no início

Atacante é ovacionado após marcar dois nos 4 a 0 no Atlético-MG

Estadão Conteúdo

17 de setembro de 2015 | 00h17

O atacante Gabriel saiu ovacionado na Vila Belmiro, aos 28 minutos do segundo tempo. Autor de dois gols na vitória do Santos de 4 a 0 sobre o Atlético-MG, nesta quarta-feira à noite, o jogador festejou o bom momento e o faro de artilheiro. Principalmente porque ele iniciou o caminho para a vitória quando a partida estava equilibrada. "Foi um belo gol. Eu recebi a bola, consegui limpar o zagueiro e chutar no canto. Foi uma boa jogada", explicou.

O gol deu um alívio porque logo no começo da partida, o jogador perdeu um gol feito, após passe de Lucas Lima, de dentro da pequena área, praticamente sem goleiro. "Na realidade não foi um gol perdido, acho que tive azar no lance. O Douglas Santos estava na jogada, ele tocou na bola, que bateu no meu tornozelo e subiu. Faltou um pouquinho de sorte", explicou o jogador, que festejou a volta por cima. "Depois fui abençoado com um gol", afirmou.

Na etapa final, ele ainda teve tempo para deixar sua marca antes de ser substituído pelo jovem Marquinhos. Em um rápido contra-ataque, Gabriel recebeu um bom passe de Lucas Lima, aos 9 minutos, e fez seu segundo gol. "Dentro de casa fica muito difícil de ganhar da gente", comemorou o atacante.

Antes de deixar o campo, ainda viu Ricardo Oliveira fazer mais um para o Santos e deixou o campo já pensando no clássico de domingo, contra o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro, às 11horas, no Itaquerão.

"Eu amo jogar clássico, ainda mais contra nosso maior rival. Vamos nos preparar agora porque temos uma final no domingo", avisou o jogador, que saiu mais cedo da partida porque está pendurado com dois amarelos e não queria ficar suspenso. "Nessas horas tem de pensar no time."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.