Galatasaray demite técnico após levar 6 a 1 do Real na Liga dos Campeões

Faith Terim não resistiu a campanha mediana da equipe no Campeonato Turco

AE, Agência Estado

24 de setembro de 2013 | 17h05

ISTANBUL - O Galatasaray anunciou nesta terça-feira a demissão do técnico turco Faith Terim, de 60 anos, que havia iniciado a terceira passagem dele no comando do clube no início da temporada 2011/2012. A dispensa vem uma semana depois da goleada de 6 a 1 sofrida em casa para o Real Madrid, na primeira rodada da Liga dos Campeões da Europa. O nome do substituto ainda não foi definido.

Com quatro jogos disputados na atual edição do Campeonato Turco, o Galatasaray tem seis pontos e ocupa a 10ª posição. O time vencia no último domingo, com um placar de 2 a 1 no clássico contra o Besiktas, disputado fora de casa, mas a partida foi interrompida nos acréscimos.

A paralisação aconteceu por causa da invasão dos torcedores da equipe da casa, que se revoltaram porque o volante brasileiro Felipe Melo expôs a camisa do Galatasaray ao sair de campo depois de ser expulso. O atacante marfinense Didier Drogba, autor dos dois gols na partida contra o Besiktas, e o meia holandês Wesley Sneijder são os destaques do Galatasaray.

Terim foi treinador do clube na conquista da Copa da Uefa em 2000 (atual Liga Europa), único título europeu de um time turco. Ele também tem dois troféus da Supercopa da Turquia, dois da Copa da Turquia e seis do Campeonato Turco - inclusive os dois últimos -, todos pelo Galatasaray. E também já teve duas passagens pela seleção de seu país, além de ter trabalhado no Milan e Fiorentina, ambos da Itália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.