Galliani garante permanência de Ronaldo no Milan

Vice-presidente do clube italiano diz que jogador brasileiro está nos planos do técnico Carlo Ancelotti

EFE,

15 de outubro de 2007 | 17h23

O vice-presidente e chefe executivo do Milan, Adriano Galliani, disse, nesta segunda-feira, que o atacante brasileiro Ronaldo segue nos planos do clube para o futuro, apesar de ainda não ter jogado nesta temporada. "Ronaldo está tão bem no Milan que ninguém poderá levá-lo. Agora ele irá se recuperar, entrará em campo e, depois, pensaremos na renovação de contrato", comentou.    O dirigente aproveitou ainda para ressaltar sua confiança no goleiro Dida, punido pela Uefa por dois jogos da Liga dos Campeões por simular uma contusão na derrota de 2 a 1 para o Celtic, em Glasgow: "Dida tem nossa confiança, por isso não consideramos ter problema de goleiros. Dida continuará sendo nosso camisa 1 para os próximos anos", completou Galliani.   O vice do Milan também reconheceu que o meio-campo francês Yoann Gourcuff tem alguma razão em suas queixas por não estar atuando muito na temporada. "Gourcuff tem alguma razão, pois não mantive totalmente a promessa que fiz antes da temporada. Mas ele deve compreender que joga no clube com mais títulos do mundo e, se for bom, saberá superar a concorrência", disse.   O meia, de 21 anos e que chegou ao Milan em meados de 2006, reclamou abertamente que estava sendo pouco utilizado ao término do amistoso de sábado contra o Athletic, em Bilbao. "O clube me fez certas promessas, mas as palavras não foram acompanhadas pelos fatos. Não digo que gostaria de jogar sempre, apenas um pouco mais. Talvez tenha mais espaço numa equipe menor", comentou o jogador. A promessa à qual Gourcuff se referia era de que o clube teria lhe dito que não contrataria outro meio-campo - mas acabou trazendo o brasileiro Emerson, do Real Madrid.   "É verdade que, de acordo com o treinador Carlo Ancelotti, dissemos a ele que não contrataríamos ninguém. Mas tivemos a chance de contratar Emerson e a aproveitamos. O brasileiro é um jogador importante, veio por conhecermos sua versatilidade no setor e estamos felizes com ele", apontou Galliani.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato ItalianoAC MilanRonaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.