Gallo admite 'proposta grande', mas diz que Róger Guedes pode ficar no Atlético

Gallo admite 'proposta grande', mas diz que Róger Guedes pode ficar no Atlético

Atacante pode ser vendido ao Al-Wehda, de Carille, por cerca de R$ 24 milhões

Estadão Conteúdo

12 Junho 2018 | 21h34

A permanência ou saída do atacante Róger Guedes do Atlético-MG será definida apenas na parada do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo, segundo o diretor de futebol do clube, Alexandre Gallo. Mas o cartola tentou dar tranquilidade ao torcedor, em entrevista nesta terça-feira: "Existe a possibilidade de ele ficar".

+ Apresentado no Atlético-MG, Chará elogia a torcida e prevê adaptação rápida

+ Lesão na coxa tira Leonardo Silva do último jogo do Atlético-MG antes da Copa

Segundo o cartola, as atenções neste momento estão voltadas para a partida diante do lanterna Ceará, nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Só a partir de quinta-feira é que as negociações com os representantes do atleta terão continuidade.

Artilheiro do Brasileirão com oito gols, Guedes tem proposta milionária - cerca de R$ 24 milhões - do Al-Wehda, equipe do técnico Fábio Carille, que já tirou Otero dos mineiros. "Existem várias possibilidades, mas hoje não temos solução. Tem proposta grande. Existe a possibilidade de ele ficar. Vamos tentar resolver essa situação. Existem várias possibilidades", discorreu Gallo.

As negociações se arrastam há alguns dias, para apreensão do jogador e dos torcedores. "Isso já vem acontecendo há algum tempo, desde que surgiu a oportunidade. Ele é um cara querido, que deu a volta por cima em um momento importante da competição. É o artilheiro do Brasileirão, e isso chama muita atenção. Foi uma contratação que a gente queria muito, brigamos com o Fluminense e o Inter. Está superando as nossas expectativas, tem jogado muito bem. Viver esse bom momento não é fácil e tem que cuidar", completou Gallo.

O jogo contra o lanterna Ceará é importante para a equipe, mas ficou em segundo plano durante a entrevista do dirigente. O objetivo do Atlético-MG é conquistar a terceira vitória seguida no Brasileirão para permanecer na vice-liderança na parada da Copa. Com 20 pontos, o time alvinegro é o segundo colocado da competição, atrás apenas do líder Flamengo, com 26.

No último treino antes da partida, realizado nesta terça-feira, Adilson e Luan foram poupados, mas vão para o duelo. Leonardo Silva, que sofreu uma pequena lesão na coxa, também não treinou e é desfalque.

O provável Atlético-MG terá: Victor; Patric, Gabriel, Bremer e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco, Tomás Andrade e Cazares; Róger Guedes e Ricardo Oliveira.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.