Gallo espera liberação de Robinho e Léo

O técnico Gallo aguarda uma resposta da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ao pedido feito pelo clube para a liberação de Robinho e Léo da Copa das Confederações para armar o time para o jogo de domingo, contra o Fluminense, e também para o jogo de volta da Copa Libertadores, contra o Atlético Paranaense, na quarta-feira, na Vila Belmiro. "Esperamos que a CBF seja condescendente num momento importante como esse e até porque as informações que temos é que a federação argentina liberou todos os jogadores do Boca e do River e a mexicana também adotou a mesma providência em relação ao Chivas, que tem cinco atletas da seleção inscritos e não quer perder essa oportunidade na Libertadores", disse o treinador, completando: "eu iria ficar indignado se não houvesse essa liberação porque precisamos dos jogadores, já agradeci ao Parreira pela liberação que houve, e o importante para o Santos é a classificação". Gallo disse também que a Copa das Confederações pouco vai influir na importância do Brasil para o futebol mundial. "Se estivéssemos próximos da Copa do Mundo, a situação seria outra. O Robinho já é praticamente titular da seleção brasileira, não tem nada que mostrar mais". O treinador já conversou com os dois atletas e garantiu que eles querem ficar para ajudar o Santos. "Esperamos que eles sejam liberados". Por via das dúvidas, está montando um time sem os dois jogadores e realizou hoje um treinamento com portões fechados para esconder o que está preparando. Sem Robinho e Léo, vai escalar os dois mais novos reforços, Giovanni e Wendel, respectivamente. Tanto que os dois foram inscritos para a Libertadores e o jogo contra o Fluminense pode servir também para o entrosamento dos dois ao novo time. "Giovanni joga no domingo e estamos preparando já uma situação para a partida de quarta-feira pela Libertadores. É importante que jogue". Nesse caso, Giovanni irá jogar de qualquer maneira, com ou sem Robinho no time. Já Wendel irá entrar em campo na lateral-esquerda, caso Léo não seja liberado. Para o jogo de domingo, Gallo tem como certa a volta do lateral-direito Paulo César e espera o retorno de Ricardinho, que estava disputando as eliminatórias para a Copa do Mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.