Rafael Ribeiro/CBF
Rafael Ribeiro/CBF

Gallo faz testes e treina com Malcom entre os titulares da Sub-20

Preocupado em dar ritmo aos convocados da seleção, treinador comanda coletivo e mantém a base da atividade do dia anterior

Estadão Conteúdo

04 de janeiro de 2015 | 15h05

O técnico Alexandre Gallo aproveitou a manhã deste domingo para realizar testes na seleção brasileira Sub-20 visando a disputa do Campeonato Sul-Americano, no Uruguai. Preocupado em dar ritmo de jogo ao grupo de convocados, o treinador comandou mais um coletivo e manteve a base da atividade do dia anterior, mas fez três mudanças na formação titular.

Cada setor teve uma troca em relação ao time escalado na atividade de sábado. Eduardo, do Internacional, ganhou uma chance na zaga, no lugar do palmeirense Nathan Cardoso. O volante Eduardo Henrique, do Atlético Mineiro, substituiu Gerson, do Fluminense. Já o corintiano Malcom ficou com a vaga de Thalles, do Vasco, no ataque.

Assim, a formação titular no coletivo, que foi disputado em dois tempos de 22 minutos, teve a seguinte escalação: Marcos; João Pedro, Eduardo, Marlon e Caju; Walace, Eduardo Henrique e Nathan; Marcos Guilherme, Malcom e Gabriel.

Após a atividade, os jogadores ganharam a tarde de folga na Granja Comary, em Teresópolis. Ainda neste domingo, à noite, o grupo da seleção brasileira Sub-20 vai acompanhar uma palestra com o professor de história Alfredo Henrique Bittencourt, que falará aos jogadores sobre o Uruguai, palco do Sul-Americano, e seus costumes.

A seleção brasileira treinará na Granja Comary até 12 de janeiro, quando seguirá para o Uruguai. Até lá, a equipe vai disputar dois jogos-treino diante de times do Rio. A equipe enfrentará o Friburguense no dia 9 e o Macaé em 11 de janeiro.

O Brasil estreará no Sul-Americano Sub-20 em 15 de janeiro, na cidade de Maldonado, no Uruguai, contra o Chile. Os quatro primeiros colocados no torneio se classificam para o Mundial Sub-20 deste ano, marcado para a Nova Zelândia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.