Gallo prepara surpresas no Santos

Gallo também herdou de Vanderlei Luxemburgo a disposição de tentar surpreender em partidas decisivas. Nesta terça-feira, em segredo, o treinador reuniu o elenco do Santos e antecipou o treino coletivo em uma hora. Queria trabalhar sem ser visto pelos jornalistas brasileiros e chilenos, que aguardaram do lado de fora do CT Rei Pelé. Tudo para vencer a Universidad de Chile nesta quarta, na Vila, e seguir na Libertadores.O treinador do Santos esconde a formação do time. Mas admite que vai surpreender. "Tenho o direito e a necessidade de trabalhar sem a presença da imprensa. Posso mudar peças e posicionamento. Tenho algumas possibilidades e estamos agora preparados para todas elas", explicou Gallo. "Toda mudança sempre traz novidades."Há três opções para escalar o Santos nesta quarta-feira. Uma delas, a mais conservadora, é montar o meio-de-campo com Fabinho, Zé Elias, Bóvio e Ricardinho. Nesse caso, Bóvio, além de marcar, apareceria para apoiar o ataque pela direita. A segunda opção é sacar o volante Zé Elias e mandar a campo o novato Fabiano, de pouca experiência na Libertadores, mas com bom potencial nas bolas aéreas. Pesa contra essa escolha a ausência do lateral-direito Paulo César, com lesão muscular na coxa direita - Flávio entrará no seu lugar. Afinal, Paulo César seria peça fundamental nos cruzamentos visando Fabiano. Flávio deverá ficar mais atrás, preso ao setor defensivo. A terceira opção de Gallo é apostar tudo num trio de atacantes formado por Robinho, Deivid e Basílio. Também com essa opção quem dançaria seria Zé Elias. "Dosar o poder ofensivo nessa situação é difícil. Temos de vencer e por isso buscaremos o gol até o fim", avisou o treinador.Certo mesmo é que o goleiro Mauro irá substituir Henao, que está contundido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.