Gama pega Vila e busca reabilitação

Décimo colocado no Campeonato Brasileiro da Série B, o Gama vai pressionado para o clássico regional deste sábado (16 horas), contra o Vila Nova no estádio Bezerrão. Jogando em casa, o Gama sabe que terá a pressão da torcida, mas o técnico Mauro Fernandes garante que a equipe está preparada. "Jogando em casa nós temos de conquistar os três pontos", admitiu o treinador. O time vem de derrota (2x1) de virada para Anapolina, no Jonas Duarte, em Anápolis (GO). Para esse jogo, as novidades são as estréias do volante Lucas e do meia Fabinho. Ambos jogaram no Ceilândia (DF).O Vila Nova - que entra em campo sob o comando do interino Neto - terá apenas uma novidade na equipe: a entrada de André na lateral-direita. O treinador acha que o Vila pode surpreender. Ele avalia que o grupo está aliviado com o fim da crise entre a diretoria e o volante Heleno - principal destaque da equipe. Os dirigentes pretendiam reduzir o salário do volante de R$ 5 mil para R$ 3,5 mil. Heleno reagiu e a diretoria recuou."Estamos confiantes e dispostos a vencer", disse Heleno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.