Gama tem uma dúvida no Fluminense

Há menos de uma semana, a diretoria do Fluminense decidiu efetivar o então técnico interino Alexandre Gama no comando da equipe. Nesse período, o treinador trocou a função de coadjuvante pelo de papel principal na comissão técnica Tricolor. Enfrentar o Vasco, domingo, no Maracanã, parece não assustá-lo. Confiante na qualidade do seu trabalho e na amizade com os jogadores, ele disse estar "gostando" da profissão. "Muda a vida de qualquer um. A responsabilidade aumentou e a pressão também. Sei que vou ser cobrado, mas estou feliz. Agora eu sou muito mais assediado, isso é normal", contou Alexandre Gama, que levará para o Maracanã uma dúvida. Ele não sabe se vai escalar Juan ou Victor Boleta no lugar do lateral-esquerdo Júnior César, suspenso.

Agencia Estado,

27 Agosto 2004 | 19h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.