Gama vai tentar forçar 2º jogo

Ainda na ressaca da comemoração do título candango sobre o Brasiliense, o Gama tem amanhã um jogo difícil diante do São Paulo, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Ciente do perigo de ser desclassificado da Copa do Brasil logo no primeiro jogo diante do São Paulo, o técnico do Gama, Cristiano Baggio, vai reforçar a defesa para não levar gols. A intenção é levar a decisão da vaga para o Morumbi, em São Paulo. A diretoria do Gama decidiu não contratar nenhum reforço para disputar a Copa do Brasil e a Série B do Campeonato Brasileiro. Assim, o time-base que foi campeão candango invicto será mantido para as duas competições. A única novidade é a volta do atacante Romualdo, que estava emprestado e já retornou aos treinos no Gama. Cristiano Baggio, o responsável por dirigir o Gama diante do São Paulo, é estreante na posição. Ele era auxiliar-técnico do time e foi alçado à condição de técnico depois que o treinador Édson Porto foi contratado para atuar no futebol japonês. Baggio ganha R$ 1,5 mil de salário para treinar o Gama. A delegação do São Paulo é esperada amanhã em Brasília e ficará hospedada no Kubitschek Plaza. Os ingressos estão sendo vendidos desde hoje a R$ 5 (geral), R$ 10 (arquibancada) e R$ 20 (cadeira).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.