Gamarra troca Flamengo por time grego

A diretoria do Flamengo anunciou na tarde desta quarta-feira o empréstimo do zagueiro Gamarra ao AEK, da Grécia. O jogador ficará por um ano no clube grego e o Flamengo vai receber US$1 milhão pelo empréstimo. Além de fazer caixa, a diretoria comemorou a negociação, já que a folha salarial do clube deverá sofrer uma queda sensível. O salário do paraguaio era de R$ 400 mil. Com o dinheiro do empréstimo, os dirigentes esperam quitar todas as dívidas pendentes com os jogadores, inclusive com o próprio Gamarra.No momento em que foi anunciada a transferência, Gamarra garantia que ainda não havia sido informado. "É momento de esperar. Não posso dizer se vou sair ou não." O jogador manifestou seu desejo de continuar no clube rubro-negro. "Eu sempre quis estar aqui", disse. Mas o zagueiro reconheceu que seu futuro não dependia apenas de sua vontade. "Jogador é empregado e deve esperar pelo o que os dirigentes irão fazer", comentou Gamarra.Na quarta-feira, os diretores disseram ter pago os salários em atraso. Reconheceram, porém, que ainda falta o valor relativo aos direitos de imagem - que se refere a apenas de alguns jogadores do elenco.A diretoria flamengista afirmou ainda que pretende se desfazer de mais um jogador (Reinaldo ou Adriano têm propostas do futebol europeu) e contratar mais dois atletas para compor o elenco para a disputa do Campeonato Brasileiro e da Mercosul. O Flamengo estréia neste sábado na Mercosul contra o Nacional do Uruguai, em Brasília, no Estádio Mané Garrincha. O recém-contratado Gilmar deverá fazer sua estréia na zaga da equipe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.