Gana não teme rivais e chega à fase semifinal, diz técnico

O técnico da seleção de Gana, o sérvio Ratomir Dujkovic, disse neste sábado que a equipe africana tem condições de chegar às semifinais da Copa, mesmo se tiver de enfrentar o Brasil nas oitavas-de-final. "Qualquer seleção que jogue contra nós vai sofrer para nos vencer", afirmou. "Estamos confiantes de que vamos nos classificar para a segunda fase. Não importa quem será nosso adversário seguinte - Brasil, Croácia, Austrália ou Japão. Somos fortes o bastante para chegarmos às semifinais".Dujkovic se mostrou particularmente animado com as vitórias obtidas nos jogos amistosos contra Jamaica (4 a 1) e Coréia do Sul (3 a 1), e com o fato de a delegação não apresentar jogadores contundidos. "Estamos bem preparados e não temos problemas médicos".Com relação à partida de estréia, contra a Itália, na segunda-feira, em Hannover, o treinador disse que já tem definida a equipe, mas negou-se a fornecer detalhes. Afirmou apenas que sua equipe vai jogar ofensivamente e concentrada em impedir os ataques italianos. "A Itália tem seis atacantes e qualquer um deles pode começar jogando. Mas nós temos jogadores de meio-de-campo e de defesa que podem detê-los".O capitão da equipe, o meia Stephen Appiah, disse que adorou a possibilidade de enfrentar seus ex-companheiros de Juventus e o técnico Marcello Lippi. "Joguei na Itália por oito anos, o que faz este jogo ser muito especial para mim. Foi o Lippi que me levou para a Juventus e, com isso, tenho de mostrar o que aprendi com ele".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.