Gana: número de mortos chega a 130

O número de mortos na tragédia do estádio de Accra, em Gana, chegou a 130, segundo o mais recente balanço feito nesta quinta-feira por autoridades ganesas. O incidente - ocorrido ontem, durante um jogo de futebol entre as equipes do Hearst of Oak e Kumasi Ashanti, pelo campeonato nacional - deverá se transformar no terceiro mais grave da história. Perde para a tragédia de Lima, no Peru, ocorrida há 40 anos, quando 320 pessoas morreram e mais de mil ficaram feridas e para Moscou. Em 20 de outubro de 1982, 340 pessoas morreram na capital russa após tumultos num jogo da Copa da UEFA, entre Spartak e Haarlem.A confusão em Accra começou no final da partida entre os dois principais times do país. Como o Hearst of Oak vencia por 2 a 1, os torcedores do Kumasi tentaram provocar a torcida adversária e também jogaram os assentos das cadeiras no campo. A polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para conter o tumulto e também fechou as portas do estádio, o que acabou aumentando a proporção da tragédia, com várias pessoas sendo pisoteadas.Esta foi a terceira tragédia em estádios de futebol na África em um mês. No dia 11 de abril, 43 torcedores morreram na África do Sul, durante uma partida entre o Kaizer Chiefs e o Orlando Pirates. No dia 29 de abril, 10 pessoas morreram em Lumumbashi, na República do Congo. Veja algumas das maiores tragédias já ocorridas em estádios de futebol:24 de maio de 1964: Lima (Peru). Um gol anulado em um encontro pela fase de classificação para os Jogos Olímpicos, entre Peru e Argentina provoca uma batalha campal: 320 mortos e mais de mil feridos.23 de junho de 1968: Buenos Aires (Argentina). Pequenos focos de incêndio no estádio do River Plate, provoca pânico entre os torcedores. Uma das saídas estava fechada: 80 mortos e 150 feridos.02 de janeiro de 1971: Glasgow (Escócia): Choque entre torcedores ao final da partida entre os Rangers e o Celtic. Resultado: 66 mortos e uma centena de feridos 17 de fevereiro de 1974: Cairo (Egito): O estádio com capacidade para 40 mil pessoas é invadido por uma multidão. O tumulto deixa 48 mortos e 47 feridos. 11 de maio de 1985: Bradford (Inglaterra). Um incêndio na tribunal principal durante a partida Bradford-Lincoln City deixa 56 mortos. O fogo, provavelmente provocado por uma ponta de cigarro, se espalhou com muita rapidez pela arquibancada, de madeira.29 de maio de 1985: Estádio de Heysel (Bruxelas). Morrem 39 torcedores antes da final da Copa dos Campeões entre Juventus de Turim (Itália) e o Liverpool (Inglaterra).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.