Gana se desculpa por mostrar bandeira israelense em jogo

A Federação de Futebol de Gana pediu desculpas nesta segunda-feira pelo fato de o zagueiro John Pantsil ter mostrado uma bandeira israelense durante a comemoração da vitória por 2 a 0 sobre a República Checa, no último sábado, em Colônia."Foi um ato ingênuo de sua parte e não voltará a acontecer", declarou o porta-voz da Federação, Randy Abbey, que também afirmou que sua seleção está no Mundial "pelo futebol e não por questões políticas". "Não apoiamos nem Israel nem qualquer outro país árabe", assegurou.Pantsil, de 25 anos, joga no Hapoel Tel-Aviv e é um dos jogadores mais populares de Israel. O porta-voz considerou o ato como "desafortunado", pois ignorou a situação política entre as duas nações. "Mas quero agradecer a seus fãs que viajaram para vê-lo jogar", disse Abbey.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.