Gana supera checos e consegue 1ª vitória em Copas

Com um gol relâmpago, Gana fez história neste sábado ao conseguir a sua primeira vitória em Mundiais ao superar a República Checa por 2 a 0, no Estádio Müngersdorfer, em Colônia, pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo da Alemanha. O resultado poderia ter sido mais elástico se Petr Cech não tivesse feito inúmeros milagres.Essa também é a primeira vitória de uma seleção africana neste Mundial. O resultado mantém os ganeses com chances de classificação às oitavas-de-final. O time dirigido pelo sérvio Ratomir Dujkovic soma três pontos, assim como os checos e a Itália, que superou os africanos na partida de estréia.Atuando com muita velocidade e perigo, Gana surpreendeu e marcou o seu primeiro gol em Copas com um pouco mais de um minuto de jogo. Após escanteio, a defesa checa afastou parcialmente e a bola ficou com Stephen Appiah. Num bom lançamento do meia, Asamoah Gyan dominou no peito, passou por um defensor e bateu no canto esquerdo do goleiro Petr Cech. O tento do atacante ganês foi o mais rápido da Copa da Alemanha.Em desvantagem, a República Checa partiu para cima dos africanos e perdeu duas boas chances de empatar. Aos 5, o lateral-esquerdo Marek Jankulovski chutou cruzado, de longe, e a bola passou perto do gol de Kingston. Momentos depois foi a vez de Nedved desperdiçar. A estrela da equipe do leste europeu foi lançada por Rosicky, mas concluiu fraco, facilitando a defesa do goleiro ganês.O restante da primeira etapa foi um festival de gols perdidos. Aos 34, Appiah arriscou de fora da área e quase venceu o guarda-metas checo. Aos 29, Poborsky recebeu perto da meia-lua, partiu com velocidade e bateu cruzado, tirando tinta da baliza direita de Kingston. Em seguida, Amoah foi lançado entre dois zagueiros, girou e bateu sobre o gol. Lances depois, Gyan, à queima-roupa, soltou uma bomba em cima de Cech.Na etapa complementar foi a vez da República Checa marcar um gol relâmpago, aos 40 segundos. Nedved recebeu cruzamento na área e cabeceou para o fundo das redes, mas o juiz argentino Horacio Elizondo marcou impedimento corretamente e anulou o que seria o empate.Assim como nos 45 minutos iniciais, Gana seguiu usando muito os contra-ataque e teve chance de fazer mais um aos 6. Gyan foi lançado e chutou forte no canto direito, mas Petr Cech fez grande defesa ao espalmar para o escanteio.Mas a equipe comandada pelo treinador Ratomir Dujkovic desperdiçou a melhor chance aos 21, quando Gyan invadiu a área e foi derrubado por Ujfalusi. O árbitro Horacio Elizondo marcou pênalti e expulsou o zagueiro checo. Mas na cobrança, Amoah mandou a bola na trave.Com um jogador a menos, a República Checa não conseguiu sair do seu campo e foi muito pressionada. Foi então que Petr Cech começou a mostrou porquê é o melhor goleiro do mundo ao defender três chutes à queima-roupa - um de Amoah e dois de Gyan.Mas depois de tanto insistir, os africanos conseguiram marcar mais um. Após uma excelente tabela entre Essien e Appiah, a bola ficou com Muntari, que mandou no ângulo direito. Minutos depois Muntari teve um gol anulado corretamente por estar em posição irregular. Nos acréscimos, Kingston evitou duas grandes chances do checos, com cabeceadas de Sionko e Nedved.Na última rodada do Grupo E, Gana enfrenta os Estados Unidos, na quinta-feira, em Nuremberg. No mesmo dia, a República Checa pega a Itália, em Hamburgo.Ficha técnica:República Checa 0 x 2 GanaRepública Checa: Cech; Grygera, Rozehnal, Ujfalusi e Jankulovski; Poborsky (Stajner), Plasil (Sionko), Galasek (Galasek), Nedved e Rosicky; Lokvenc. Técnico: Karel Bruckner.Gana: Kingston; Paintsil, Shilla, Mohammed e Mensah; Appiah, Essien, Muntari e Otto Addo (Boateng); Gyan (Pimpong) e Amoah (Eric Addo). Técnico: Ratomir Dujkovic.Gols: Gyan, ao 1 minuto do primeiro tempo, Muntari, aos 37 minutos do segundo tempo Árbitro: Horacio Elizondo (Argentina). Cartões amarelos: Otto Addo, Essien, Gyan, Boateng, Muntari, Mohammed e Lokvenc. Cartão vermelho: Ujfalusi. Local: Müngersdorfer Stadion, em Colônia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.