Gana, Togo e Angola perto da 1ª Copa

Com uma vitória por 2 a 0 sobre Uganda, neste domingo, a seleção de Gana praticamente assegurou vaga na primeira Copa do Mundo de sua história. O resultado levou o time aos 18 pontos no Grupo 2 das Eliminatórias africanas, total que ainda pode ser alcançado pela República Democrática do Congo e pela África do Sul, que têm 15, mas, no entanto, levam desvantagem nos critérios de desempates, que são, na ordem, confronto direto e maior saldo de gols entre os times empatados.A África do Sul já está fora da Copa, pois mesmo se vencer a República Democrática do Congo e Gana perder para Cabo Verde na última rodada, empata no número de pontos, mas já perdeu duas vezes para Gana. Já Congo, que empatou os dois jogos contra Gana, precisa torcer pela derrota do rival e ganhar da África do Sul por uma diferença de, no mínimo, quatro gols.Outra seleção que está prestes a carimbar o passaporte para o seu primeiro Mundial é a de Togo, que bateu a Libéria por 3 a 0. Assim, manteve-se na liderança do Grupo 1 com 20 pontos, dois a mais que Senegal, e só depende de um empate contra o Congo, no dia 10 de outubro, para se classificar.A Copa da Alemanha ainda deverá ter outra seleção africana estreante: Angola, que venceu o Gabão por 3 a 0 e assumiu a liderança do Grupo 4, com 18 pontos. Um empate contra a Ruanda, fora de casa, no dia 10 de outubro, garante a vaga, que só não foi conquistada neste domingo porque Zimbábue venceu a mesma Ruanda por 3 a 1, manteve-se na vice-liderança com 15 pontos e, se chegar à mesma pontuação de Angola na última rodada, leva vantagem nos confrontos diretos - venceu por 2 a 0 e perdeu por 1 a 0.A África poderia ter neste domingo mais um calouro na Copa, não fosse a derrota da Costa do Marfim por 3 a 2 para Camarões, em casa. O time anfitrião precisava de uma vitória simples para conquistar a vaga, mas viu sua festa ser estragada pelos gols de Webo (2) e Douala. Drogba, do Chelsea, descontou duas vezes. Com o resultado, Camarões assumiu a ponta do Grupo 3 com 20 pontos e só precisa de uma vitória simples sobre o já eliminado Egito, no dia 10 de outubro, em casa, para ir à sua quinta Copa consecutiva.A quinta e última seleção africana na Alemanha deverá sair do confronto entre Tunísia e Marrocos, na Tunísia, no dia 10 de outubro. O time da casa, líder do Grupo 5 com 20 pontos, um a mais que o rival, joga pelo empate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.