Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Ganso e Luiz Adriano podem ser as novidades de Dunga na seleção

Técnico anuncia às 11 horas desta quinta a lista dos convocados para os dois últimos amistosos do ano - com a Turquia e a Áustria

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

23 de outubro de 2014 | 07h05

Invicto desde o seu retorno ao comando da seleção brasileira, o técnico Dunga anuncia às 11 horas desta quinta-feira a lista dos convocados para os dois últimos amistosos do ano - diante da Turquia, no dia 12 de novembro, em Istambul, e Áustria, seis dias mais tarde, em Viena. Como o treinador tem insistido na necessidade de "formar uma base", a tendência é que a lista tenha poucas novidades. Paulo Henrique Ganso, do São Paulo, e Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk, podem ser duas delas.

O atacante já havia sido cogitado na última convocação, mas acabou preterido pelo técnico. Seu grande desempenho pelo Shakhtar Donetsk esta semana - quando marcou cinco gols na vitória por 7 a 0 sobre o Bate Borisov, pela Liga dos Campeões da Europa -, porém, credencia definitivamente o jogador a vestir a camisa da seleção principal pela primeira vez.

Cotado desde a primeira partida de Dunga, Paulo Henrique Ganso é aposta até mesmo do presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar. Na última terça, o dirigente afirmou que "não é preciso ser adivinho" para saber que o meia será convocado. Surpresa na última lista, Kaká foi bem nos amistosos contra Argentina e Japão e pode ganhar nova chance.

Gil e Elias, do Corinthians, Jefferson, do Botafogo, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart, do Cruzeiro, Diego Tardelli, do Atlético Mineiro, e Robinho, do Santos, são outros sete jogadores que atuam no País já convocados por Dunga que devem ser chamados novamente. Todos eles desfalcariam suas equipes em um momento crucial do Campeonato Brasileiro, mas o técnico já deixou claro que não abrirá mão de ninguém - e, nas entrelinhas, ainda avisou que não dará uma segunda chance para quem pedir dispensa.

Mesmo assim, é possível que o técnico dê uma colher de chá aos clubes que se classificarem para a final da Copa do Brasil. Caso Atlético Mineiro, Cruzeiro, Santos ou Flamengo avancem para a etapa decisiva da competição, Dunga poderá liberar eventuais jogadores desses times que tenham sido convocados, já que a primeira partida da decisão está marcada justamente para o dia 12 de novembro.

Dos que atuam no exterior, Marquinhos (Paris Saint-Germain), Fernandinho (Manchester City) e Ramires (Chelsea), cortados da última convocação devido a lesões, podem aparecer novamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.